1

Postado em 12 de Junho de 2015 às 11h59

Venda de material de construção ficou estável nos últimos cinco meses (duplicado)

JBW Construções Ltda Novo Conteúdo 02 As vendas de materiais de construção no varejo ficaram estáveis nos primeiros cinco meses do ano, na comparação com o mesmo período do ano passado, de acordo com a...

As vendas de materiais de construção no varejo ficaram estáveis nos primeiros cinco meses do ano, na comparação com o mesmo período do ano passado, de acordo com a Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco).

No mês de maio, houve queda de 2% referente ao mês de abril e de 7% sobre maio de 2014. A retração ocorreu em três regiões: Nordeste (-3%), Sul (-5%) e Sudeste (-3%). Norte e Centro-Oeste registraram crescimento de 11% e 4% respectivamente.

Entre as categorias pesquisadas, cimento apresentou alta de 4% no mês e metais sanitários mantiveram o mesmo patamar de abril. As demais tiveram ligeira queda no período: revestimentos e tintas (-3%), fechaduras e ferragens e telhas de fibrocimento (-2%) e louças sanitárias (-1%).

No campo das expectativas, cerca de 45% dos entrevistados acreditam que poderão recuperar parte das vendas já no mês de junho. Outros 40% esperam que, em junho, as vendas se mantenham no mesmo patamar de maio.

Entre os estabelecimentos pesquisados, as grandes lojas e os home centers apresentaram resultado positivo no mês de maio, com aumento de vendas de 5% com relação a abril. As lojas médias tiveram queda de 5% e as pequenas ficaram estáveis.

Com os resultados dos primeiros cinco meses do ano, a Anamaco reviu a expectativa de crescimento em 2015, de 6% para 3% sobre o ano passado. Em 2014, o setor bateu recorde de faturamento histórico, com um montante de R$ 60 bilhões.

Fonte: Portal Obras24Horas

Voltar para Notícias